preloder
facebook instagram linkedin

NOTÍCIAS

21/10/2019

Os benefícios e riscos dos suplementos alimentares

Os suplementos alimentares são preparações destinadas a complementar a dieta e fornecer nutrientes, como vitaminas, minerais, fibras, ácidos graxos ou aminoácidos, que podem estar faltando ou não podem ser consumidos em quantidade suficiente na dieta de uma pessoa.

Muito comum entre praticantes de atividades físicas, principalmente no fisiculturismo, o uso indiscriminado desses suplementos pode trazer sérios danos à saúde.

Efeitos adversos do uso de suplementos podem surgir de diversos fatores, incluindo a segurança, a composição do produto e padrões inadequados de uso pelos consumidores. “A mistura indiscriminada e o consumo de muitos produtos sem considerar as doses totais de alguns ingredientes ou interações problemáticas entre os compostos podem acarretar diversos problemas para a saúde. Mesmo produtos mais simples, ditos “inofensivos”, podem ter efeitos colaterais negativos, especialmente quando usado fora do protocolo ideal.  Por exemplo, suplementação de ferro, naqueles com ingestão adequada do mineral, pode resultar em efeitos colaterais que vão desde vômitos, diarreia e dor abdominal até doenças graves como hemocromatose e insuficiência hepática” adverte Iomara Isidorio Cavalcante, nutricionista do Hospital Albert Sabin (HAS).

Contudo, quando utilizados de forma correta, acompanhado sempre de um profissional de nutrição, os suplementos alimentares podem trazer diversos benefícios, pois, desempenham papel importante na performance de atletas profissionais ou amadores, podem ajudar no emagrecimento e repõe deficiências nutricionais.

Quando há um plano de nutrição adequada para cada objetivo, com produtos que incluem micronutrientes, alimentos esportivos, suplementos de desempenho e suplementos de saúde, os benefícios alcançados são inúmeros. “Alguns produtos ajudam o atleta a cumprir as metas de nutrição esportiva e melhoram sua eficiência, mantendo-o saudável e livre de lesões. No entanto, é preciso conhecimento especializado para identificar quais produtos são adequados, como integrá-los ao plano de nutrição e como garantir que quaisquer benefícios superem os possíveis efeitos colaterais”, explica Iomara.

Vale lembrar que os suplementos nutricionais não servem para substituir uma refeição, eles devem ser utilizados como recurso para complementá-la. Dessa forma, são úteis para pessoas que não conseguem somente com os alimentos suprir as calorias nutricionais necessárias para o funcionamento adequado do organismo ou para compensar os gastos energéticos decorrentes de treinamentos físicos de alto rendimento.

“Por regra, nunca utilize suplementos alimentares sem orientação profissional. Procure sempre um nutricionista, pois, somente ele, de acordo com as necessidades individuais do paciente, poderá definir qual a melhor estratégia nutricional”, finaliza a especialista do HAS.

Fonte: MCAtrês