preloder
facebook instagram linkedin youtube

NOTÍCIAS

12/02/2021

Esclarecendo dúvidas sobre angioplastia e cateterismo.

Apesar da semelhança entre o cateterismo e a angioplastia, esses procedimentos têm finalidades diferentes. Enquanto um serve para diagnosticar algumas anormalidades na circulação arterial cardíaca, o outro tem o propósito de tratar a obstrução de artérias que conduzem o fluxo sanguíneo. Ambos são realizados através da inserção de um cateter, em uma veia ou artéria, e guiado até o coração.

O Dr. Ausonius Magno Ferreira, cardiologista do Hospital Albert Sabin (HAS) esclarece as dúvidas mais frequentes sobre esses importantes métodos de diagnóstico e tratamento.

Qual a diferença entre cateterismo e angioplastia?
A diferença entre os dois procedimentos é, basicamente, a intenção terapêutica. O cateterismo serve ao diagnóstico, analisando possíveis obstruções ou lesões, já a angioplastia objetiva a terapia, o tratamento.

Quando esses procedimentos devem ser realizados?
O cateterismo deve ser realizado quando existe a dúvida ou suspeita em relação a alguma anormalidade cardíaca, como, por exemplo, um enfarto. A angioplastia, após constatado o problema pelo cateterismo, é executada para o tratamento dessa anormalidade, como a colocação de um stent.

Como é a recuperação?
Geralmente, pós cateterismo, a recuperação do paciente é muito rápida e tranquila. O paciente, não havendo diagnóstico que necessite outra intervenção, recebe alta em seis ou 12 horas. No caso da angioplastia, dependendo do tipo de lesão encontrada e da proposta terapêutica, pode permanecer por um ou mais dias em observação.

“É de extrema importância que, havendo a indicação de qualquer um desses procedimentos, o paciente ou seus familiares procurem profissionais capacitados e centros que ofereçam todo o suporte necessário, com segurança diagnóstica e terapêutica”, adverte o Dr. Ausonius.

O Hospital Albert Sabin (HAS), além de contar com uma equipe altamente especializada, disponibiliza aos seus pacientes, através do seu moderno Centro de Hemodinâmica, o que há de mais moderno e tecnológico na realização de procedimentos de cateterismo, angioplastia e outros exames.

Fonte: MCAtrês